Grupo 8 2017-2

De Projeto Paisagístico
Ir para: navegação, pesquisa

TP1 - A PAISAGEM URBANA COMO REFLEXO DOS MODOS DE VIDA

O grupo escolheu analisar a influência do modo de vida na paisagem urbana no centro de Belo Horizonte. Como recorte de área, foi escolhido trabalhar com a Avenida Afonso Pena, no trecho entre a Praça Rio Branco e a Rua da Bahia, por ser um espaço de grande importância ao longo da história de formação e transformação da capital, como também pela avenida ser um ponto de ligação entre a Serra do Curral e o centro da cidade.

Mapabas.png


Para realizar essa análise, como primeira referência, foi utilizada a tese: “A moda como instituição social no contexto belo-horizontino na década de 1980: a contribuição do grupo mineiro de moda na promoção de identidades e subjetividades”, de Carla Alessandra Liz. A tese discute importantes pontos de referência de Belo Horizonte - tanto pontos de consumo quanto pontos de encontro - em cada década do século XX.


Estagios.jpg


Ao longo de todo o período de formação da capital, a Avenida Afonso Pena teve grande importância, como local para ver e ser visto e como ponto comercial. A partir da década de 70, porém, houve uma certa saturação da área e o surgimento de outros polos importantes na cidade fora da região central. Em decorrência das mudanças infraestruturais, percebemos que a Afonso Pena passou a ser um importante ponto de passagem para as pessoas, perdendo um pouco do caráter do encontro e da permanência, que continuou apenas na região da Praça 7. Soma-se a esse fato a crescente verticalização e consequente ocultamento da Serra do Curral na paisagem.

Observamos na nossa análise que as alterações do modo de vida desviaram o foco dos transeuntes para o tráfego e para a sinalização, enquanto antes era mais focado para as outras pessoas e para a paisagem em si. Isso se deve em especial à transformação do modo de se deslocar na cidade, com o aumento dos automóveis e consequente intensificação do uso da via para transporte.

Gifavenida.gif

O olhar das pessoas hoje é marcado muito mais buscando compreender os limites na organização do espaço e buscando como se deslocar mais rápido. Assim, a mudança do olhar está muito relacionada à intensificação da sinalização, que, estando presente por todo lado, em cores vibrantes e com grande contraste visual, chama a atenção das pessoas e desvia seu olhar da paisagem em si.

O trabalho tem como foco uma análise socioespacial, partindo de fotografias de época e atuais, buscando entender como a transformação dos elementos da paisagem tem relação com a transformação dos modo de vida e vice-versa. Para isso, partimos de pontos como a verticalização, os monumentos, a transformação dos meios de transporte, a sinalização, os elementos da publicidade e o ocultamento da Serra do Curral.

Gif Cruzamento.gif

Abaixo segue o link da apresentação completa do TP1a e TP1b.

Tp1a

Tp1b