Usuário:AndreTine

De Projeto Paisagístico
Ir para: navegação, pesquisa

Paisagem infraestrutural: Prospecções da Centralidade Sul'

Página do trabalho [1]


Resenha dos vídeos de Yona Friedman

Nos vídeos de Friedman, ele parte das ideias de que as cidades estão demasiadamente planejadas, construídas e com muita área de produção agrícola, para tecer as críticas às regras instituídas no campo da arquitetura e da produção do espaço formal, argumentando a necessidade de arquitetos na produção dos espaços para determinadas funções, mas como eles devem mudar suas concepções para se adaptar às mudanças recentes, como exemplo a mudança nos sistemas de informação que permitem determinadas pessoas trabalharem em casa, ou a possibilidade das pessoas fazerem suas próprias casas baseados nas suas demandas individualizadas. Assim, a atuação do arquiteto seria a produção de suportes - espaços flexíveis ou adaptáveis capazes de se ajustar as demandas de quem o utiliza - em detrimento de edificações funcionalizadas. Essa concepção é bem clara no Ville Spatiale', em que uma mega estrutura treliçada permite o preenchimento de diversos módulos reajustáveis determinado pelos usuários. Assim, as frequentes mudanças que ocorrem na rede de cidades atualmente não encontrariam no ambiente construído obstáculos, dado que este poderia rapidamente ser adaptado.

Essas críticas formuladas por Yona Friedman possuem ressonância no discurso e na prática arquitetônica atual, dado que a possibilidade de trabalhar em casa, a de assembleias, feiras ou exposições serem feitas em qualquer local - apenas com o agenciamento (ou não) de arquitetos - e a liberdade do indivíduo determinar sua própria casa ou seu contexto urbano, são ideias que se manifestam em produções acadêmicas e em práticas como os espaços de coworking, as casas montáveis, as assembleias em praças públicas etc.