Usuário:Antvictorm

De Projeto Paisagístico
Ir para: navegação, pesquisa

É imprescindível a participação do arquiteto paisagista na produção do espaço urbano na atualidade, onde é de indiscutível notoriedade a atuação de três pessoas no cenário nacional. São eles: Rosa Kliass, Eduardo Barra e Fernando Chacel. Rosa Kliass, sendo uma das figuras mais importantes no contexto da arquitetura da paisagem no Brasil, realizou importantes obras, principalmente no contexto da cidade de São Paulo. Aos oitenta e seis anos de idade, ainda possui vigor na ação projetual. A arquiteta foi a fundadora e primeira presidente da Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas (ABAP) e participou da militância pelo reconhecimento no país da arquitetura da paisagem. Como principais projetos da arquiteta, destacam-se: Revitalização do Vale do Anhagabaú (SP - Capital), Projetos Paisagísticos na Avenida Paulista , Parque do Forte (Estado do Pará) Para Rosa Kliass, a arquitetura da paisagem é o desenho do vazio, onde o arquiteto paisagista tem a "síndrome de Deus", devido seu anseio de criar lugares e paisagens. Outro arquiteto paisagista de destaque é Eduardo Barra. Formado pela UFRJ, foi presidente da ABAP por duas gestões consecutivas, onde apresenta, sob perspectiva histórica, os espaços livres no Brasil como forma de controle socioêonimico visando sempre destacar elementos edificados. Segundo o arquiteto, apenas após a década de 1960 houve uma preocupação em adicionar lazer e convívio humano nos espaços livres das grandes cidades. Sua visão interliga as várias escalas que uma intervenção na paisagem pode ser adequada ou não no contexto urbano. Feranando Chacel fundou juntamente com Rosa Kliass a ABAP. O arquiteto foi estagiário de Roberto Burle Marx, sendo considerando, portanto, seu sucessor. Com uma linguagem formal discreta e desprentesiosa, seus projetos são focados no estudos das espécies de plantas e na proteção ambiental.