Mudanças entre as edições de "Textos de referência"

De Projeto Paisagístico
Ir para: navegação, pesquisa
(Paisagem)
(Paisagem Social, Econômica e Cultural)
 
(15 revisões intermediárias por 2 usuários não estão sendo mostradas)
Linha 1: Linha 1:
 
==Paisagem==  
 
==Paisagem==  
Paisagem e Espaço/Do Físico ao Humano, Do Natural ao Artificial, Geografia Física, Geografia Humana (Milton Santos);
 
 
 
*A Filosofia da Paisagem. George Simmel. [http://urbanismo.wiki/urb0532017_2/Textos/simmel_georg_filosofia_da_paisagem.pdf PDF do texto aqui.]
 
*A Filosofia da Paisagem. George Simmel. [http://urbanismo.wiki/urb0532017_2/Textos/simmel_georg_filosofia_da_paisagem.pdf PDF do texto aqui.]
 
*[http://urbanismo.wiki/urb0532017_2/Textos/Metemorfoses%20do%20espac%cc%a7o%20habitado.pdf Metamorfoses do Espaço Habitado. Milton Santos.]
 
*[http://urbanismo.wiki/urb0532017_2/Textos/Metemorfoses%20do%20espac%cc%a7o%20habitado.pdf Metamorfoses do Espaço Habitado. Milton Santos.]
*[http://urbanismo.wiki/urb0532017_2/Textos/Paisajes.pdf Paisagens. Ren Koolhaas & Stefano Boeri]
+
*[http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/05.049/572/pt O que é a paisagem? Iñaki Abalos]
 +
*[http://urbanismo.wiki/urb0532017_2/Textos/Paisajes.pdf Paisagens. Ignasi de Solà-Morales]
 
*[http://urbanismo.wiki/urb0532017_2/Textos/Representac%cc%a7o%cc%83es%20da%20Grande%20Cidade%20a%cc%80%20Metro%cc%81pole.pdf Representações da Cidade Capital à Metrópole. Ignasi de Solà-Morales.]
 
*[http://urbanismo.wiki/urb0532017_2/Textos/Representac%cc%a7o%cc%83es%20da%20Grande%20Cidade%20a%cc%80%20Metro%cc%81pole.pdf Representações da Cidade Capital à Metrópole. Ignasi de Solà-Morales.]
 
*[http://wiki.indisciplinar.com/webdav/EBA/textos/TERRAIN%20VAGUE.pdf Terrain Vague. Ignasi de Solà-Morales.]
 
*[http://wiki.indisciplinar.com/webdav/EBA/textos/TERRAIN%20VAGUE.pdf Terrain Vague. Ignasi de Solà-Morales.]
 
*[http://www.e-flux.com/architecture/history-theory/159238/architectural-history-after-globalization/ Architectural History After Globalization. Bernd Nicolai.]
 
*[http://www.e-flux.com/architecture/history-theory/159238/architectural-history-after-globalization/ Architectural History After Globalization. Bernd Nicolai.]
  
==Paisagem Social, Econômica e Cultural==  
+
==Paisagem Social, Econômica, Cultural e Ambiental==  
A Visão Sociológica da Cidade (Cidade Global, Cidade Dual, Cidade do Espetáculo, Cidade Sustentável > Los Angeles;
+
 
+
 
*[http://urbanismo.wiki/urb0532017_2/Textos/fix_formulamagicaparceria.pdf A “fórmula mágica” da parceria público-privada: Operações Urbanas em São Paulo. Mariana Fix]  
 
*[http://urbanismo.wiki/urb0532017_2/Textos/fix_formulamagicaparceria.pdf A “fórmula mágica” da parceria público-privada: Operações Urbanas em São Paulo. Mariana Fix]  
 
*[http://urbanismo.wiki/urb0532017_2/Textos/Alcanceselimitacoes_Whitaker.doc Alcances e limitações dos Instrumentos Urbanísticos na construção de cidades democráticas e socialmente justas. João Sette Whitaker Ferreira. Vª Conferência das Cidades - Câmara Federal 02 de dezembro de 2003 - 14:30 Texto de apoio às discussões da Mesa 1 "Plano Diretor e Instrumentos Tributários e de Indução do Desenvolvimento: Outorga Onerosa do Direito de Construir, Direito de Preempção, Direito de Superfície, Urbanização Compulsória, IPTU Progressivo."]
 
*[http://urbanismo.wiki/urb0532017_2/Textos/Alcanceselimitacoes_Whitaker.doc Alcances e limitações dos Instrumentos Urbanísticos na construção de cidades democráticas e socialmente justas. João Sette Whitaker Ferreira. Vª Conferência das Cidades - Câmara Federal 02 de dezembro de 2003 - 14:30 Texto de apoio às discussões da Mesa 1 "Plano Diretor e Instrumentos Tributários e de Indução do Desenvolvimento: Outorga Onerosa do Direito de Construir, Direito de Preempção, Direito de Superfície, Urbanização Compulsória, IPTU Progressivo."]
 
*[http://urbanismo.wiki/arquivos/urb048/textos/contra-usos%20e%20espa%C3%A7o%20p%C3%BAblico.pdf CONTRA-USOS E ESPAÇO PÚBLICO: notas sobre a construção social dos lugares na Manguetown.]
 
*[http://urbanismo.wiki/arquivos/urb048/textos/contra-usos%20e%20espa%C3%A7o%20p%C3%BAblico.pdf CONTRA-USOS E ESPAÇO PÚBLICO: notas sobre a construção social dos lugares na Manguetown.]
 
*[http://urbanismo.wiki/arquivos/La%20vision%20sociol%C3%B3gica%20de%20la%20ciudad.pdf La Vision Sociológica de La Ciudad. Carlos Garcia Vásquez.]
 
*[http://urbanismo.wiki/arquivos/La%20vision%20sociol%C3%B3gica%20de%20la%20ciudad.pdf La Vision Sociológica de La Ciudad. Carlos Garcia Vásquez.]
 +
*Rios e Cidades: Ruptura e Reconciliação. Maria Cecília Barbieri Gorski. Editora SENAC. São Paulo, 2010.
 +
 +
==Legislação Ambiental==
 +
*Lei das Águas: [http://www.mma.gov.br/agua.html Lei nº 9.433/1997] O instrumento legal instituiu a Política Nacional de Recursos Hídricos (PNRH) e criou o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (Singreh). Segundo a Lei das Águas, a Política Nacional de Recursos Hídricos tem seis fundamentos. A água é considerada um bem de domínio público e um recurso natural limitado, dotado de valor econômico.
 +
 +
*[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis.html Cidades Sustentáveis]. Buscar um melhor ordenamento do ambiente urbano primando pela qualidade de vida da população é trabalhar por uma cidade sustentável. Melhorar a mobilidade urbana, a poluição sonora e atmosférica, o descarte de resíduos sólidos, eficiência energética, economia de água, entre outros aspectos, contribuem para tornar uma cidade sustentável.
 +
**Águas na Cidade:
 +
***[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/aguas-urbanas/controle-de-inunda%C3%A7%C3%B5es.html Controle de Inundações].
 +
***[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/aguas-urbanas/mananciais.html Mananciais].
 +
***[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/aguas-urbanas/orla-fluvial.html Orla Fluvial].
 +
***[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/aguas-urbanas/parques-fluviais.html Parques Fluviais].
 +
**Áreas Verdes Urbanas:
 +
***[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/areas-verdes-urbanas/item/8050.html As Áreas de Preservação Permanente] foram instituídas pelo Código Florestal ([http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2012/Lei/L12651.htm Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012]) e consistem em espaços territoriais legalmente protegidos, ambientalmente frágeis e vulneráveis, podendo ser públicas ou privadas, urbanas ou rurais, cobertas ou não por vegetação nativa.
 +
***[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/areas-verdes-urbanas/item/8051.html Parques e Áreas Verdes]. Parque urbano é uma área verde com função ecológica, estética e de lazer, no entanto, com uma extensão maior que as praças e jardins públicos. De acordo com o Art. 8º, § 1º, da Resolução CONAMA Nº 369/2006, considera-se área verde de domínio público "o espaço de domínio público que desempenhe função ecológica, paisagística e recreativa, propiciando a melhoria da qualidade estética, funcional e ambiental da cidade, sendo dotado de vegetação e espaços livres de impermeabilização". As áreas verdes urbanas são consideradas como o conjunto de áreas intraurbanas que apresentam cobertura vegetal, arbórea (nativa e introduzida), arbustiva ou rasteira (gramíneas) e que contribuem de modo significativo para a qualidade de vida e o equilíbrio ambiental nas cidades. Essas áreas verdes estão presentes numa enorme variedade de situações: em áreas públicas; em áreas de preservação permanente (APP); nos canteiros centrais; nas praças, parques, florestas e unidades de conservação (UC) urbanas; nos jardins institucionais; e nos terrenos públicos não edificados. Exemplos de áreas verdes urbanas: praças; parques urbanos; parques fluviais; parque balneário e esportivo; jardim botânico; jardim zoológico; alguns tipos de cemitérios; faixas de ligação entre áreas verdes.
 +
**Planejamento Ambiental Urbano:
 +
***Indicadores.
 +
***Instrumentos Econômicos.
 +
***Instrumentos de Planejamento.
 +
***Zoneamento Ambiental Municipal.
 +
**[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/qualidade-do-ar Qualidade do Ar]:
 +
**[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/residuos-solidos Resíduos Sólidos]:
 +
***[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/residuos-solidos/catadores-de-materiais-reciclaveis Catadores de Materiais Recicláveis].
 +
***[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/residuos-solidos/catadores-de-materiais-reciclaveis/reciclagem-e-reaproveitamento.html Coleta Seletiva].
 +
***[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/residuos-solidos/item/10551.html Consórcios Públicos].
 +
***[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/residuos-solidos/item/10615.html Gestão de Resíduos Orgânicos].
 +
***[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/residuos-solidos/instrumentos-da-politica-de-residuos.html Instrumentos da Política de Resíduos].
 +
***[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/residuos-perigosos/logistica-reversa Logística Reversa].
 +
***[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/residuos-solidos/item/484.html Material Técnico].
 +
***[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/residuos-solidos/politica-nacional-de-residuos-solidos.html Plano Nacional de Resíduos Sólidos].
 +
***[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/residuos-solidos/politica-nacional-de-residuos-solidos.html Política Nacional de Resíduos Sólidos].
 +
**[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/residuos-perigosos Resíduos Perigosos]: O Ministério do Meio Ambiente atua na formulação de políticas, normas e na definição de estratégias para a implementação de programas e projetos em temas relacionados ao gerenciamento ambientalmente adequado dos resíduos perigosos:
 +
***Áreas Contaminadas
 +
***Convenção de Basiléia
 +
***Logística Reversa
 +
***Registro de Emissões e Transferência de Poluentes
 +
**[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/urbanismo-sustentavel Urbanismo Sustentável]:
 +
***[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/urbanismo-sustentavel/item/8059.html Construção Sustentável].
 +
***[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/urbanismo-sustentavel/item/8060.html Mobilidade Sustentável].
 +
***[http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/urbanismo-sustentavel/item/8061.html Prevenção de Desastres].
  
 
==Natureza Urbana==  
 
==Natureza Urbana==  
A Visão Organicista da Cidade (Cidade como Natureza, Cidade dos Corpos, Cidade Vivida > Tokyo;
 
 
 
*[http://urbanismo.wiki/arquivos/La%20vision%20organicista%20de%20la%20ciudad.pdf La Vision Organicista de La Ciudad. Carlos Garcia Vázquez.]
 
*[http://urbanismo.wiki/arquivos/La%20vision%20organicista%20de%20la%20ciudad.pdf La Vision Organicista de La Ciudad. Carlos Garcia Vázquez.]
 
+
*O tipo de Problema que é a Cidade. JACOBS, Jane. Morte e Vida de Grandes Cidades. Martins Fontes, São Paulo, 2003. pg.477-499. [http://urbanismo.wiki/urb0532017_2/Textos/Jacobs_o%20tipo%20de%20problema%20que%20e%cc%81%20a%20cidade.pdf texto disponível para leitura aqui!]
*O tipo de Problema que é a Cidade. JACOBS, Jane. Morte e Vida de Grandes Cidades. Martins Fontes, São Paulo, 2003. pg.477-499. [https://drive.google.com/open?id=0B3xAcKFNB_h7M085bHY3RW1TNjg texto disponível para leitura aqui!]
+
 
+
 
*A natureza e o conceito de espaço. Milton Santos. [https://www.evernote.com/l/AC_Wr5S2hnhNwa4AK9lbEhSKEyTzscBAlo0 Texto para leitura aqui!]
 
*A natureza e o conceito de espaço. Milton Santos. [https://www.evernote.com/l/AC_Wr5S2hnhNwa4AK9lbEhSKEyTzscBAlo0 Texto para leitura aqui!]
 +
*Green City Design and Climate Change. [https://drive.google.com/open?id=1qwirurSxknjVHJ7W8HDy_tFCFHe9A3Ht Texto para download aqui!]
  
 
==Agricultura Urbana==  
 
==Agricultura Urbana==  
Como a comida formou o cotidiano das cidades (Carolyn Steel);
 
 
 
*[http://www.ted.com/talks/carolyn_steel_how_food_shapes_our_cities/transcript?language=pt-br Carolyn Steel: Como os alimentos moldam as nossas cidades.]
 
*[http://www.ted.com/talks/carolyn_steel_how_food_shapes_our_cities/transcript?language=pt-br Carolyn Steel: Como os alimentos moldam as nossas cidades.]
 
*[http://gothamgreens.com/ Estudo de caso: Gotham Greens - NY] + [http://blog.ted.com/fellows-friday-with-viraj-puri/ Viraj Puri]
 
*[http://gothamgreens.com/ Estudo de caso: Gotham Greens - NY] + [http://blog.ted.com/fellows-friday-with-viraj-puri/ Viraj Puri]
Linha 36: Linha 67:
 
*[http://ciclovivo.com.br/noticia/shopping-em-israel-tem-fazenda-organica-no-telhado/ Fazenda Orgânica no Telhado de Shopping em Israel]
 
*[http://ciclovivo.com.br/noticia/shopping-em-israel-tem-fazenda-organica-no-telhado/ Fazenda Orgânica no Telhado de Shopping em Israel]
  
==Paisagem Infraestrutural==  
+
==Infraestrutura==  
(Yona Friedman, Andrea Branzi, Cedric Price, Kazuyo & Segima)
+
*[http://urbanismo.wiki//arquivos/urb053/a%20cidade%20ao%20n%C3%ADvel%20dos%20olhos%20.pdf A Cidade ao Nível dos Olhos. Jan Gehl.]
 
+
"Quando os urbanistas e planejadores tentam encontrar um plano suscetível de mostrar claramente o esqueleto de uma cidade (as autopistas e passeios são geralmente empregados com este fim), equivocam-se. Uma cidade não se faz de peças e pedaços, como um edifício de ossatura metálica, ou até uma colmeia ou um coral. A estrutura de uma cidade funda-se em uma mistura de funções e nunca nos aproximamos mais de seus segredos estruturais do que quando nos ocupamos das condições que geram sua diversidade." Jane Jacobs (pag. 301, CHOAI, Françoise, 2002.)
 
*[https://drive.google.com/file/d/0B3xAcKFNB_h7b1lSNXM2YnBKbENVbDdIaVRmckdKWG5BdFFF/view?usp=sharing Desenhando a Cidade em Tempos Instáveis. Saskia Sassen.]
 
*[https://drive.google.com/file/d/0B3xAcKFNB_h7b1lSNXM2YnBKbENVbDdIaVRmckdKWG5BdFFF/view?usp=sharing Desenhando a Cidade em Tempos Instáveis. Saskia Sassen.]
 
*[http://www.moma.org/collection/artists/8109 Yona Friedman. MOMA.]
 
*[http://www.moma.org/collection/artists/8109 Yona Friedman. MOMA.]
Linha 52: Linha 83:
  
 
==São Paulo==
 
==São Paulo==
 
 
*VÍDEOS
 
*VÍDEOS
 
**[http://www.archdaily.com.br/br/878130/webserie-conta-a-historia-da-abertura-da-avenida-paulista-aos-pedestres-e-ciclistas Websérie conta a história da abertura da Avenida Paulista aos pedestres e ciclistas]
 
**[http://www.archdaily.com.br/br/878130/webserie-conta-a-historia-da-abertura-da-avenida-paulista-aos-pedestres-e-ciclistas Websérie conta a história da abertura da Avenida Paulista aos pedestres e ciclistas]
Linha 78: Linha 108:
  
 
==Paisagem Urbana (ambiência, morfologia e modos de uso)==
 
==Paisagem Urbana (ambiência, morfologia e modos de uso)==
 +
 +
In 1942, Le Corbusier was the first to define the concept of architectural promenade:
 +
 +
“Architecture is experienced as one roams about in it and walks through it….so true is this that architectural works can be divided into dead and living ones depending on whether the law of ‘roaming through’ has not been observed or whether on the contrary it has been brilliantly obeyed. The observer’s path through the built space is a central element of Le Corbusier’s architectural and city planning designs.”
 +
— LeCorbusier
 +
 +
*[https://www.quora.com/What-is-an-architectural-promenade What is an architectural promenade?]
 +
*[https://www.spacesmith.com/blog/architectural-promenade Architectural Promenade]
  
 
==Cidade e Mineração==
 
==Cidade e Mineração==
  
 
==Agricultura Urbana==
 
==Agricultura Urbana==
 
==Infraestrutura==
 
  
 
==Expansão Urbana e Mercado Imobiliário==
 
==Expansão Urbana e Mercado Imobiliário==
  
 
==Arquitetos/Projetos==
 
==Arquitetos/Projetos==
[https://www.basalt.is/ BASALT - Islândia]
+
*[https://www.basalt.is/ BASALT - Islândia]
 +
*[http://www.apur.org/sites/default/files/documents/09_plaquette_MVRDV_light.pdf MVRDV - Plaquette]
  
 
==Notas==
 
==Notas==
 +
 +
 +
 +
 +
{{DISPLAYTITLE:<span style="display: none">{{FULLPAGENAME}}</span>}}

Edição atual tal como às 04h52min de 28 de maio de 2019

Paisagem

Paisagem Social, Econômica, Cultural e Ambiental

Legislação Ambiental

  • Lei das Águas: Lei nº 9.433/1997 O instrumento legal instituiu a Política Nacional de Recursos Hídricos (PNRH) e criou o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (Singreh). Segundo a Lei das Águas, a Política Nacional de Recursos Hídricos tem seis fundamentos. A água é considerada um bem de domínio público e um recurso natural limitado, dotado de valor econômico.
  • Cidades Sustentáveis. Buscar um melhor ordenamento do ambiente urbano primando pela qualidade de vida da população é trabalhar por uma cidade sustentável. Melhorar a mobilidade urbana, a poluição sonora e atmosférica, o descarte de resíduos sólidos, eficiência energética, economia de água, entre outros aspectos, contribuem para tornar uma cidade sustentável.

Natureza Urbana

Agricultura Urbana

Infraestrutura

"Quando os urbanistas e planejadores tentam encontrar um plano suscetível de mostrar claramente o esqueleto de uma cidade (as autopistas e passeios são geralmente empregados com este fim), equivocam-se. Uma cidade não se faz de peças e pedaços, como um edifício de ossatura metálica, ou até uma colmeia ou um coral. A estrutura de uma cidade funda-se em uma mistura de funções e nunca nos aproximamos mais de seus segredos estruturais do que quando nos ocupamos das condições que geram sua diversidade." Jane Jacobs (pag. 301, CHOAI, Françoise, 2002.)

São Paulo

Belo Horizonte e RMBH

Parques

Paisagem Urbana (ambiência, morfologia e modos de uso)

In 1942, Le Corbusier was the first to define the concept of architectural promenade:

“Architecture is experienced as one roams about in it and walks through it….so true is this that architectural works can be divided into dead and living ones depending on whether the law of ‘roaming through’ has not been observed or whether on the contrary it has been brilliantly obeyed. The observer’s path through the built space is a central element of Le Corbusier’s architectural and city planning designs.” — LeCorbusier

Cidade e Mineração

Agricultura Urbana

Expansão Urbana e Mercado Imobiliário

Arquitetos/Projetos

Notas

  1. Leonardo Márquez. "Agricultura Urbana: o que Cuba pode nos ensinar" 15 May 2013. ArchDaily Brasil. Acessado 24 Mar 2015. <http://www.archdaily.com.br/78672/agricultura-urbana-o-que-cuba-pode-nos-ensinar>