Mudanças entre as edições de "Textos de referência"

De Projeto Paisagístico
Ir para: navegação, pesquisa
(Paisagem Urbana (ambiência, morfologia e modos de uso))
(Paisagem Social, Econômica e Cultural)
 
Linha 8: Linha 8:
 
*[http://www.e-flux.com/architecture/history-theory/159238/architectural-history-after-globalization/ Architectural History After Globalization. Bernd Nicolai.]
 
*[http://www.e-flux.com/architecture/history-theory/159238/architectural-history-after-globalization/ Architectural History After Globalization. Bernd Nicolai.]
  
==Paisagem Social, Econômica e Cultural==  
+
==Paisagem Social, Econômica, Cultural e Ambiental==  
 
*[http://urbanismo.wiki/urb0532017_2/Textos/fix_formulamagicaparceria.pdf A “fórmula mágica” da parceria público-privada: Operações Urbanas em São Paulo. Mariana Fix]  
 
*[http://urbanismo.wiki/urb0532017_2/Textos/fix_formulamagicaparceria.pdf A “fórmula mágica” da parceria público-privada: Operações Urbanas em São Paulo. Mariana Fix]  
 
*[http://urbanismo.wiki/urb0532017_2/Textos/Alcanceselimitacoes_Whitaker.doc Alcances e limitações dos Instrumentos Urbanísticos na construção de cidades democráticas e socialmente justas. João Sette Whitaker Ferreira. Vª Conferência das Cidades - Câmara Federal 02 de dezembro de 2003 - 14:30 Texto de apoio às discussões da Mesa 1 "Plano Diretor e Instrumentos Tributários e de Indução do Desenvolvimento: Outorga Onerosa do Direito de Construir, Direito de Preempção, Direito de Superfície, Urbanização Compulsória, IPTU Progressivo."]
 
*[http://urbanismo.wiki/urb0532017_2/Textos/Alcanceselimitacoes_Whitaker.doc Alcances e limitações dos Instrumentos Urbanísticos na construção de cidades democráticas e socialmente justas. João Sette Whitaker Ferreira. Vª Conferência das Cidades - Câmara Federal 02 de dezembro de 2003 - 14:30 Texto de apoio às discussões da Mesa 1 "Plano Diretor e Instrumentos Tributários e de Indução do Desenvolvimento: Outorga Onerosa do Direito de Construir, Direito de Preempção, Direito de Superfície, Urbanização Compulsória, IPTU Progressivo."]
 
*[http://urbanismo.wiki/arquivos/urb048/textos/contra-usos%20e%20espa%C3%A7o%20p%C3%BAblico.pdf CONTRA-USOS E ESPAÇO PÚBLICO: notas sobre a construção social dos lugares na Manguetown.]
 
*[http://urbanismo.wiki/arquivos/urb048/textos/contra-usos%20e%20espa%C3%A7o%20p%C3%BAblico.pdf CONTRA-USOS E ESPAÇO PÚBLICO: notas sobre a construção social dos lugares na Manguetown.]
 
*[http://urbanismo.wiki/arquivos/La%20vision%20sociol%C3%B3gica%20de%20la%20ciudad.pdf La Vision Sociológica de La Ciudad. Carlos Garcia Vásquez.]
 
*[http://urbanismo.wiki/arquivos/La%20vision%20sociol%C3%B3gica%20de%20la%20ciudad.pdf La Vision Sociológica de La Ciudad. Carlos Garcia Vásquez.]
 +
*Rios e Cidades: Ruptura e Reconciliação. Maria Cecília Barbieri Gorski. Editora SENAC. São Paulo, 2010.
  
 
==Legislação Ambiental==
 
==Legislação Ambiental==

Edição atual tal como às 04h52min de 28 de maio de 2019

Paisagem

Paisagem Social, Econômica, Cultural e Ambiental

Legislação Ambiental

  • Lei das Águas: Lei nº 9.433/1997 O instrumento legal instituiu a Política Nacional de Recursos Hídricos (PNRH) e criou o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (Singreh). Segundo a Lei das Águas, a Política Nacional de Recursos Hídricos tem seis fundamentos. A água é considerada um bem de domínio público e um recurso natural limitado, dotado de valor econômico.
  • Cidades Sustentáveis. Buscar um melhor ordenamento do ambiente urbano primando pela qualidade de vida da população é trabalhar por uma cidade sustentável. Melhorar a mobilidade urbana, a poluição sonora e atmosférica, o descarte de resíduos sólidos, eficiência energética, economia de água, entre outros aspectos, contribuem para tornar uma cidade sustentável.

Natureza Urbana

Agricultura Urbana

Infraestrutura

"Quando os urbanistas e planejadores tentam encontrar um plano suscetível de mostrar claramente o esqueleto de uma cidade (as autopistas e passeios são geralmente empregados com este fim), equivocam-se. Uma cidade não se faz de peças e pedaços, como um edifício de ossatura metálica, ou até uma colmeia ou um coral. A estrutura de uma cidade funda-se em uma mistura de funções e nunca nos aproximamos mais de seus segredos estruturais do que quando nos ocupamos das condições que geram sua diversidade." Jane Jacobs (pag. 301, CHOAI, Françoise, 2002.)

São Paulo

Belo Horizonte e RMBH

Parques

Paisagem Urbana (ambiência, morfologia e modos de uso)

In 1942, Le Corbusier was the first to define the concept of architectural promenade:

“Architecture is experienced as one roams about in it and walks through it….so true is this that architectural works can be divided into dead and living ones depending on whether the law of ‘roaming through’ has not been observed or whether on the contrary it has been brilliantly obeyed. The observer’s path through the built space is a central element of Le Corbusier’s architectural and city planning designs.” — LeCorbusier

Cidade e Mineração

Agricultura Urbana

Expansão Urbana e Mercado Imobiliário

Arquitetos/Projetos

Notas

  1. Leonardo Márquez. "Agricultura Urbana: o que Cuba pode nos ensinar" 15 May 2013. ArchDaily Brasil. Acessado 24 Mar 2015. <http://www.archdaily.com.br/78672/agricultura-urbana-o-que-cuba-pode-nos-ensinar>